Al Di Lá

Você se lembra do filme Candelabro Italiano?

terça-feira, 16 de agosto de 2011

A Permissão
Os namorados, entre um afago e outro, curtiam a paisagem que um dia, malgrado a modernidade, desapareceria com a Barragem do Chasqueiro. Entre carícias de mãos perdidas, também, noutra paisagem, a da anatomia de um corpo jovem e sedutor, as mãos do Toneca buscavam todos os não sei quês do corpo alvo e curvilíneo da Dirinha, como a chamavam. Pois, num clima que misturava romantismo e possibilidades de um rolar-rolou, que se arrastava sem muita ousadia, ante a exagerada cautela do Toneca, Dirinha, náufraga de desejo, na solidão do seu imenso oceano de excitação, como quem procura uma pequena tábua que lhe possibilite sobreviver, enxerga, no campo ao longe, um touro namoricando demais, demais mesmo... a sua vaca amada. Cena adrede preparada pela natureza, inspirou uma das mais célebres saídas - ou entradas: Ela, ansiosa e já ofegante, revirando os olhinhos – que só quem ama sabe e entende, e como entende... - numa enorme expressão de ternura e desejo, melosamente, arrisca uma pergunta ao Toneca (quem sabe???...): Bêeeêm, tu ti animas a fazer aquilo que o touro tá fazendo? Silêncio... - um grande silêncio, e um enorme e sufocante calor naquele silêncio que tudo dizia, e pedia... - Então, o Toneca, terno (e frustrante), responde: Uéééé, Dirinha, se a vaca deixá!!!!!!
12/01/2006

Nenhum comentário:

Marcadores